Onde Amarrar Meu Burro?

Acho que nós terráqueos de hoje vivemos uma pequena tragédia. Muitos renegaram sua fé no invisível, mas continuam à espera do Messias.

Não adianta desconstruir suas fantasias sem ter algo de sustentável para pôr no lugar. Se for para cometer essa loucura, é melhor viver iludido mesmo. O estrago será menor.

Autonomia existencial, ou seja, a escolha pelo pensamento crítico e pela postura de ser dono de si (na medida do possível) é uma arte e, como tal, exige esforço, consistência e, acima de tudo, recursos internos, tais como maturidade, lucidez, autocontrole e inteligência, para dar cabo da missão.

Dito de um modo com menos frescura: tem que ter tutano, testosterona, sangue nos olhos para escolher se bancar e isso é só a fase de treino e pré-requisitos básicos.

Quem não dispõe de estrutura psicológica para aceitar que a ÚNICA certeza da vida é a morte, viverá em busca de muletas até o fim de seus dias.

É por isso que há tanta gente encantada pelo fanatismo no mundo. Quanto mais perdido o sujeito se encontra, mas obcecado ele fica por bandeiras ideológicas e campos de batalha, mais ele precisa salvar a humanidade de uma ameaça devastadora.

Penso que todo o conhecimento acumulado pela humanidade existe como material de referência/desenvolvimento  e não para servir de script incontestável para as gerações atuais. E foi justamente por pensar assim que grandes homens e mulheres mudaram o rumo da nossa História, por ousar trilhar seu próprio caminho.

Por isso temos basicamente duas opções:

Construir um puxadinho no quintal dos nossos pais, sendo réplicas ligeiramente melhoradas dos próprios, porém, vivendo seguramente dentro de seus domínios; ou usar esse contexto cultural apenas como ponto de partida para uma jornada mais audaciosa pelo mundo que carregamos dentro de nós e para aquele espelhado ao nosso redor.

A escolha é sempre nossa e as consequências disso também.

Se joga! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s