Ninguém se Faz Sozinho

É fácil se apegar à crença de que todas as conquistas que acumulamos ao longo da vida são 100% mérito nosso. Será?

Cada dia que passa eu confirmo o contrário. Por trás dos avanços que dou, existe um pequeno exército de pessoas queridas zelando por mim e me estendendo a mão quando mais preciso.

Por isso este post é um muito obrigada, do fundo da minha alma a todos que estão cuidando de mim de alguma forma.

Cresci me impondo a dura obrigação de me virar sozinha a qualquer custo. Por um lado isso foi ótimo, pois me tornei uma guerreira que se vira e aguenta firme mesmo quando o mundo inteiro desaba em sua cabeça. Mas também deixei a desejar nos quesitos “saber pedir colo” e “aprender a receber”. E é incrível como o corpo dá sinais contundentes dessas carências psicológicas. Eu tenho dificuldades para absorver ferro, hipersensibilidade ao sol e baixa retenção de água no cabelo, na pele, nas unhas e nos lábios.

Bom, a ficha está começando a cair. Estou finalmente aprendendo a não apenas cuidar dos outros, mas também a dizer: me ajuda, por favor. Não dou mais conta. Pela segunda vez, a vida está cobrando de mim guarda baixa e passividade. E eu estou completamente disposta a cooperar porque, para mim, missão dada é missão cumprida!

a45

Chega! Não vou mais engolir o choro. Que ele jorre à vontade e me lave de dentro pra fora. Que ele me ensine que tudo bem desabar frente aos desafios. Tudo bem ser humana.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s