Brevidades

[Os botões emperram…]

 

O metrô não parte o elevador não sobe o motor não liga a luz não acende

Os dados se perdem

Os boatos se esgotam

 

[A natureza adormece… ]

 

As ondas não rolam o globo não gira a água não escoa o vento não sopra

 

[O sistema despenca… ]

 

Mercado não vende

Moda não ostenta

Poder não controla

 

[Só por um instante… ]

 

E o vazio é silêncio, acolhida vítrea

Ampla, mansa

Contendo a loucura de tanto fazer

Curando a doença de nunca parar

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s