Privilégios x Liberdade

Dinheiro compra: a hora/aula de um professor, mas não a libertação do conhecimento; os serviços de uma empregada doméstica, mas não a independência de saber cuidar de si  e limpar a própria sujeira; a experiência de um terapeuta, mas não a superação de transpor seus próprios medos, traumas e ilusões. Ele viabiliza, abre portas, traz... Continuar Lendo →

Homens – Os tipos mais bizarros

O competidor - Long, long time ago, alguém lhe disse que ele é o cara e que a vida é uma versão estendida do desenho Corrida Maluca. A criatura acreditou, agarrou-se à crença e vive para reafirmar seu delírio através dos outros. Enxerga as relações como um jogo de poder em que ele, é claro,... Continuar Lendo →

Amar é bem melhor que ser amado

Ela chegou no meio de um luto profundo - após meses de luta, seu avô se foi. Por causa dela, nossa família se uniu, providenciando uma ordenação prática impensável sem sua existência. Quando soube que seria tia ainda morava fora e só cheguei ao Brasil 1 mês e meio antes do seu nascimento. Mas um... Continuar Lendo →

Desejo(s)

Dane-se qualquer script de linearidade! A mim a vida toca pela anarquia dos afetos. Vivo pelo que amo, Como, compro, convivo, brigo pelo que amo em mim e nos outros. Pessoas, lugares, livros, ideias, cheiros, gostos, olhares.... É tudo obra dos afetos, desejo de tato, boca, abraço Vontade de suprimir as distâncias entre o que... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑