Um Manifesto de Amabilidades

Que sempre haja entre nós espaço para a minha e a tua naturalidade vingarem

E que todas as ideias de supremacia e dominação evaporem no exato momento em que meus olhos cruzarem com os teus.

Deixemos, então, os acessos de egoísmo esperando num canto da sala para brincar de ser dupla, liga e comunhão

fundidos numa atmosfera mística onde proliferam todos os tipos de amores e encantamentos avolumados.

E por fim, que as nossas almas se acheguem com clareza e docilidade

E que o recostar do meu mundo no teu produza uma explosão afortunada de vivências, texturas, sabores e pertencimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s