Desmanche

Chega às vezes ao ponto do Nada

Aquela instância de viver em que não se pretende ocupar muito espaço no mundo porque o silêncio firmou-se como o auge, o absurdo de acúmulo em experiência tátil com a vida.

Vida…

Imediata, sem pontes nem grades….

Um diluir-se mesclar-se sujar-se

com os odores e volumes dos outros

Um curvar-se, entupir-se, rasgar-se

nas calamidades e belezas dos outros

 

Onde o pensar não mora porque é xucro, sempre perdido em fundamentos que discursam e discursam

rotulam, engavetam e discursam

sobre a impressão da coisa e nunca tocam, beijam ou mordem a coisa, que exige o mergulho profano em suas ruelas inéditas para que se faça manifesta, global de si mesma.

Mas nesse verdadeiro ponto de encontro, sem contato excessivamente civilizado e aferido, nossas camadas ameaçam ir embora porque algo de dentro morre para que um pouco da coisa entre e se acomode, promovendo o que, em última instância,

é a vida, o Tudo

feito de enlace-desmanche

que tanto encanta e apavora.

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

tudodewagnerblog.wordpress.com/

Quem diria que viver ia dar nisso?

Ultrapassando Fronteiras

Experiências no exterior e viagens

Blog da Guaíra

Conteúdos atuais, relevantes e confiáveis, sobre o mercado imobiliário.

feito nuvem

livros, séries, cafés, gordices, viagens e outras coisas bonitas da vida.

AgênciaUVA

Redação Experimental de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida

Itanamara

Não importa quem é você ou de onde você vem. A capacidade de vencer começa sempre com você.

1 viagem, 2 visões

Registrando o lado maravilhoso - e eventualmente o pavoroso - de cada viagem.

%d blogueiros gostam disto: