Nada a ver como era antes

Um dia acreditei na permanência das coisas, do semblante no espelho a pessoas achegadas. Tudo um arquivo vivo de escaninhos feitos pra durar.

Um dia, que foi anteontem, pensava me conhecer como se fosse um cômodo por onde se faz inventário com os olhos das medidas, mobília, enfeites

e até da incidência de luz sobre o sofá de canto ou o quadro de fundo branco pousado meio torto parecendo dançar.

 

Hoje à tardinha, mudei de ideia.

Passei a acreditar que me conheço como a um bebê recém-chegado ao mundo de fora de quem pouco se sabe além de choros, mamadas, gracinhas e prisão de ventre;

e que vai mudando assustadoramente de um dia pro outro, se tornando outro e mais outro e ainda sendo o mesmo do primeiro instante lá no útero.

A essa altura já não sei se me conheço ou se só me percebo como vultos;

tudo ficção, tipo um amigo imaginário de quem se fica íntimo mesmo sem existir de fato;

ou como histórias dos tempos de criança que a mãe conta e a gente confirma como lembrança também nossa tão viva quanto a visão de um cômodo

por onde se faz inventário com os olhos das medidas, mobília, enfeites

e até da incidência de luz sobre o sofá no canto ou num quadro de fundo branco pousado meio torto parecendo dançar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

tudodewagnerblog.wordpress.com/

Quem diria que viver ia dar nisso?

Ultrapassando Fronteiras

Experiências no exterior e viagens

Blog da Guaíra

Conteúdos atuais, relevantes e confiáveis, sobre o mercado imobiliário.

feito nuvem

livros, séries, cafés, gordices, viagens e outras coisas bonitas da vida.

AgênciaUVA

Redação Experimental de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida

Descolar Comigo 🌍

viagens e aventuras

Itanamara

Não importa quem é você ou de onde você vem. A capacidade de vencer começa sempre com você.

1 viagem, 2 visões

Registrando o lado maravilhoso - e eventualmente o pavoroso - de cada viagem.

%d blogueiros gostam disto: