Pós em Tradução de Inglês na Estácio – Parte I

Faltando pouco mais de um mês para terminar as matérias da pós em Tradução de Inglês (EAD) na Estácio, resolvi compartilhar com vocês minhas impressões sobre o curso e dar alguns detalhes do que é ensinado para quem tem interesse nesta área.

De tudo o que aprendi, aqui vão os pontos mais significativos para mim:

Gramática Inglesa II e II – Muito conteúdo prático e vários exercícios de fixação. Esses módulos também foram uma ótima oportunidade de listening, já que o professor é nativo, de Trinidade e Tobago. Relembrei várias coisas que não estudava há séculos e aprendi muitas outras.

Destaque do módulo: O professor Stephan Hughes dá aulas super divertidas e foca bastante em diferenças linguísticas entre o português e o inglês, tais como: posição e ordem dos adjetivos e advérbios, inglês americano x inglês britânico, além de trabalhar bastante os famigerados phrasal verbs.


Gramática Inglesa III – Neste módulo a coisa ficou ainda mais séria rsrsrs. Dá-lhe muitas reflexões por trás de outros pesadelos da língua inglesa para nós brasileiros: substantivos contáveis/incontáveis em inglês e quando usar artigo definido, artigo indefinido ou nenhum artigo.

Destaque do módulo: A professora Kristina Speakes fez algumas dinâmicas de grupo bem interessantes e pensou sobre a língua em um nível bem avançado mesmo, mais uma vez minha amada Linguística marcando presença. Neste módulo também temos mais uma chance de ouvir inglês nativo, pois ela é norte-americana.


Linguística – Só confirmou o quanto eu sou apaixonada, vidrada, enlouquecida por esta matéria (desde 2007 quando comecei a faculdade de Letras). O módulo de Linguística Aplicada à Tradução foi a minha melhor memória afetiva do curso inteiro. Assisti a quase todos os vídeos no Le Pain Quotidien comendo, bebendo e viajando com as aulas tão a minha cara!

Destaque do módulo: A relação que a professora Meritxell Almarza fez entre Linguística, História e Filosofia. Eu nunca tinha estudado juntas essas minhas paixões e fiquei fascinada! Quem sabe não faço um mestrado sobre isso…


Tradução Técnica – Outra mão na roda. Foram tantas dicas práticas de como lidar com texto, pesquisa terminológica e banco de dados… E minha lista de favoritos no Google Chrome quadruplicou graças a este módulo.

Destaque do módulo:  O conteúdo prático que a professora Simone Resende passa para os alunos é um baita diferencial. Ela ensina o passo a passo de como fazer pesquisa terminológica em dicionário, corpus e sites na Internet, comenta bastante sobre erros de tradução que cometeu no início da carreira e ainda grava tutoriais para ensinar sobre várias coisas úteis para além da tradução, como por exemplo, usar o Google Drive e melhorar as configurações de pesquisa do Google. Conheça o trabalho dela de pesquisa terminológica aqui.


Tradumática (Uso de CAT-tools) – Amei, amei e amei! Sem esta matéria eu não saberia o quanto o SDL Trados é maravilhoso, pois eu uso o Wordfast. Outro módulo essencial e cheio de dicas práticas.

Destaque do módulo: Aproveitei muito as orientações do professor Jorge Davidson sobre mercado de tradução, relação com agências e clientes diretos, dicas de outros programas e aplicativos que facilitam a vida do tradutor. E outro ponto interessante foi ele ter abordado a questão da confidencialidade ao mencionar o cuidado que precisamos ter com CAT-tools online e outras práticas que acabam expondo o conteúdo traduzido.

No próximo post eu falarei sobre tradução literária, outros módulos do curso, algumas impressões extras e uns detalhes que eu acho que poderiam ser melhorados.

 

Beijos e até a próxima! 😉

 

Site: Pós Estácio

Youtube: Cult – Ensino e Tradução

Fanpage: Cult Tradução e Línguas

Instagram: Cult Estácio

Continuar lendo